Quais são os principais tipos de uvas brancas para vinho?

Chardonnay

A uva das uvas dos vinhos brancos é a Chardonnay, originária da França. Especialistas chamam essa uva de Rainha das uvas brancas, por conta de suas características de aroma e sabor de altíssima qualidade. É a uva tradicional dos champagnes, dos vinhos varietais brancos e do Veroni Bianco.

Vinhos desenvolvidos com essa uva são bastante aromáticos e remetem a frutas cítricas ou, quando passam por carvalho, podem ter toques de baunilha e noz moscada. 

Sauvignon Blanc

Outra uva branca clássica é a Sauvignon Blanc. Também de origem francesa, essa é uma opção com características bem diferentes da Chardonnay. Apesar de ter aromas e sabor frutado, a Sauvignon remete mais a frutos tropicais e adocicados, como o maracujá, manga e melão. Ela também é responsável pela produção de vinhos mais delicados e de coloração clara.

Riesling

Apesar de ser associada a vinhos alemães, a uva Riesling é originária de toda a Europa Central, que engloba terrenos de outros países. Diferentemente das clássicas Sauvignon Blanc e Chardonnay, essa é uma uva com características intensas. Produz um vinho frutado, mas com toques petroláceos - que são responsáveis pelo seu charme.

Os vinhos feitos com a Riesling são, geralmente, claros, de consumo rápido e varietais. Ela também é muito utilizada na produção de espumantes.

Pinot Grigio

A Pinot Grigio é uma uva francesa, mas muito popular na produção de vinhos brancos na América do Norte. Seu aroma também é frutado e cítrico, porém com toques de pera e lichia. Produz um vinho leve, claro e refrescante, ideal para dias quentes e ensolarados.

Pinot Blanc

Apesar de parecer irmã da Pinot Grigio, a uva Pinot Blanc é na verdade uma mutação da Pinot Noir. É também uma uva francesa, com sabor neutro, originando vinho branco fino não alcoólico.

Moscato Branco

A Moscato é uma uva mediterrânea, muito popular em países dessa região mais “tropical” da Europa. É muito utilizada para a produção de vinhos adocicados, de sobremesa, como os tradicionais moscateis. Tem aroma discreto, sabor mais doce e coloração dourada, além de ser uma boa opção para a produção de rótulos para consumo rápido.

Gewürztraminer

Uma uva com nome - e utilização - alemã, mas com origem francesa. A Gewürztraminer produz um vinho que é ícone do país e que é bastante característico. Seu aroma remete a um buquê de flores, mas que na boca é seco e picante, completamente diferente do apresentado no olfado. Produz vinhos bastante elegantes e aromáticos.

Torrontés

A Torrontés é uma uva espanhola, mas que é muito popular para vinhos brancos na Argentina. Ela tem como principal característica um toque de frutas e aroma floral e na boca pode ser levemente adocicado, apesar de ser considerado um vinho mais seco. É um vinho bastante aromático.

Sémillon

Uma uva francesa também bastante popular na produção de vinhos brancos, a Sémillon é responsável por muitos vinhos varietais elegantes e jovens, de consumo rápido. Produz bebidas com leve aroma frutado, coloração clara e muito saboroso também para a produção de espumantes.

Prosecco

A Prosecco é uma uva que produz espumantes tão marcantes que seu nome é muito utilizado para remeter a esses tipos de bebidas efervescentes. Ela tem origem italiana e é responsável pela produção de espumantes pelo método Charmat em todo o mundo. Tem como principal característica o frescor, a boa quantidade de açúcar e a produção de bebidas de coloração clara. 

Trebbiano 

A uva Trebbiano, originária da Toscana, na Itália, é conhecida por sua elegância, com aromas sutis que incluem nuances de frutas cítricas, brancas, ervas e mineralidade. Seu vinho varietal é de consumo breve.

Viognier

A uva Viognier é uma uva francesa de coloração amarela forte, com aroma complexo e boa acidez. É uma variedade adepta aos ambientes quentes e pode ser utilizada para espumantes ou vinhos doces.